Sobre

Para celebrar os 90 anos do mais longevo sambista soteropolitano, será realizado o show "Walmir Lima 90”, com a participação do Grupo Botequim e da convidada especial Gabriela Lima, filha do compositor. O espetáculo, gravado na Casa Preta Espaço de Cultura, tem estreia programada para o dia 10 de julho (sábado), às 17h, pelos canais do YouTube do É Samba da Bahia! (ÉSBA!) e da Casa Preta. 

Ao lado de Riachão, Batatinha e Tião Motorista, Walmir Lima é integrante da chamada “primeira geração” de sambistas da capital baiana, sendo o único remanescente deste núcleo pioneiro de compositores. Nestas nove décadas, Walmir Lima teve papel de destaque em diferentes atividades e ambientes ligados ao meio do samba, vencendo festivais de músicas carnavalescas, compondo para blocos e escolas de samba de Salvador, gravando músicas de sua autoria e de outros sambistas da Bahia e do Rio de Janeiro, excursionando no exterior e desenvolvendo produções fonográficas.

Em um contexto de pandemia, onde inúmeras restrições têm sido impostas para a realização de eventos artísticos com a presença de público, a possibilidade de realizar um registro audiovisual, com exibição para amplo público através do YouTube, apresenta-se como um importante acontecimento em homenagem ao 90º aniversário do mestre baiano. 

Nesta empreitada, o "Sambista de Fé" conta com importantes parceiros. Na concepção e na produção do evento está o coletivo É Samba da Bahia! (ÉSBA!), que atua na valorização e difusão do samba produzido na Bahia, divulgando eventos, publicando conteúdos em redes sociais, desenvolvendo projetos autorais em diferentes formatos digitais e atuando na produção de CDs, apresentações musicais, seminários, acervos digitais e livros, sempre trazendo o samba baiano como eixo norteador de suas ações. Neste ano de 2021, o coletivo compilou, no âmbito do projeto "Sambas-enredo da Cidade da Bahia - Registro de Memórias", sete sambas-enredo criados para o Carnaval da cidade entre os anos de 1968 e 1972, registrando, de forma inédita, o samba-enredo "O Circo", de Walmir Lima, composto para a Filhos do Morro, em 1968.

Para viabilizar o projeto, o Grupo Botequim e a Casa Preta Espaço de Cultura também atuam como parceiros da empreitada. Conjunto apadrinhado por Walmir Lima, o Grupo Botequim foi fundado em 2006, tendo nestes 15 anos se constituído como uma das mais tradicionais rodas de samba da cidade de Salvador, desenvolvendo diversos projetos aprovados em editais públicos, atuando no meio fonográfico e realizando turnês dentro e fora do país. Em 2016, o conjunto teve a honra de contar com a presença de Walmir Lima na gravação do disco "Festa no Botequim" e, dois anos depois, excursionou pelas cidades de São Paulo, Mogi das Cruzes e Rio de Janeiro ao lado do baluarte baiano.

Já a Casa Preta - espaço de criação, produção, formação, fruição e intercâmbio artístico e cultural - consolidou-se na última década como um importante centro cultural localizado no bairro 2 de Julho, na capital baiana, chegando a promover, antes da pandemia, cerca de 200 atividades por ano, entre apresentações musicais, teatro, dança, seminários, debates e oficinas de formação. Adaptando-se ao contexto atual de crise sanitária, o espaço têm realizado, entre outras ações, lives e registros audiovisuais de produções musicais e cênicas.

Por fim, o espetáculo "Walmir Lima 90" conta com o apoio do produtor paulistano Paulinho Timor. Desde 2014, ocasião em que promoveu uma apresentação de Riachão na capital paulista, Paulinho vem realizando intenso intercâmbio com sambistas baianos. De lá para cá, foram realizados inúmeros shows e turnês com o próprio Riachão, bem como com Edil Pacheco e Guiga de Ogum - os três sambistas foram, ainda, reunidos por Timor no álbum "Todo mundo tem que falar", do grupo Bambas de Sampa, lançado em 2017. Atualmente, o paulista atua na produção de um álbum póstumo de Riachão, a ser lançado ainda em 2021, com patrocínio da Natura Musical, e do álbum de estreia do compositor Guiga de Ogum.

Para a viabilização do projeto foi criada uma campanha de financiamento coletivo, que contempla o oferecimento de duas recompensas aos apoiadores: a discografia completa de Walmir Lima em mp3 (R$ 25,00) e a camiseta do projeto (R$ 55,00), com ilustração de Rodolfo Gomes e arte gráfica de Everton Dingo. 

Participe e colabore!

Grupo Botequim e Mestre Walmir Foto Maur

Walmir Lima e Grupo Botequim. Crédito: Maurício Reis

Ficha técnica
Direção musical: Pedrão Abib
Participação: Grupo Botequim e Gabriela Lima
Direção de arte: Gordo Neto
Produção executiva: Gabriela Lima, Nalva Lima, Lis Brasil e Maria Pinheiro
Projeto gráfico: Everton Dingo
Ilustração: Rodolfo Gomes
Texto: André Carvalho
Site: Maria Pinheiro 
Assessoria de comunicação: Lis Brasil
Técnico de som: Ivo Conceição
Câmera: Tamires Allmeida e Pedro Mota Viana 
Edição: Pedro Mota Viana 
Realização: É Samba da Bahia! (ÉSBA!), Casa Preta Espaço de Cultura, Grupo Botequim e Paulinho Timor Produções

 

Contato
Assessoria de comunicação e produção:

 

Lis Brasil e Maria Pinheiro

sambadabahiasinha@gmail.com

(71) 99605-7713

 

Contato para show:

 

Gabriela Lima
magabilima@gmail.com

(71) 9665-2828

 

Realização:

marca-esba-fundo-transp (5).png
cropped-casa-preta-1.jpg
Marca Oficial Grupo Botequim_2015.jpg
Paulinho Timor.jpg